sexta-feira, novembro 17, 2017

PRESIDENTE DO CESVASF, RECEBE TITULO DE CIDADÃ BELEMITA. PELOS SERVIÇOS PRESTADOS A EDUCAÇÃO DO MUNICÍPIO

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

A Câmara de Vereadores de Belém do São Francisco outorgou, na última terça-feira (14), o honroso Título de Cidadã Belemita à professora Msc. Ana Gleide de Souza Leal Sá, presidente da ABCDE/CESVASF. 

A homenagem se deu através do Projeto de Resolução do Vereador Vandinho Marcula, que foi votado e aprovado por unanimidade, em reconhecimento aos expressivos serviços dedicados há mais de 15 anos neste município, sempre em defesa da educação do povo belemita e daqueles que fazem parte dos municípios que estão na área de abrangência desta IES. 

Ana Gleide é professora efetiva da ABCDE/CESVASF e desde o início de sua trajetória já assumiu diferentes cargos de funções, tanto pedagógicas quanto administrativas. Atualmente, exerce a função de Presidente eleita da ABCDE.
Em seus dois anos de mandato conseguiu autorização para abertura de novos cursos: Licenciatura em Pedagogia, Bacharelado em Farmácia, Administração e Educação Física. Investiu na realização de melhorias na infraestrutura, no atendimento e no ensino. Bem como, a ampliação de laboratórios e o investimento em equipamentos de multimídia, serviços na área de tecnologia da informação, entre outras reformas que aprimoraram a rotina da instituição.

Para a ABCDE/CESVASF, essa homenagem é um reconhecimento aos expressivos serviços dedicados em favor da educação do povo belemita. @anagsleal

ESTA CHEGANDO A HORA DA GRANDIOSA FESTA EM LOUVOR A NOSSA SENHORA DO PATROCÍNIO EM BELÉM.


Redação Eloy Netto.
Nossa Senhora do Patrocínio é um título mariano pelo qual a Igreja Católica venera a Virgem Maria. É particularmente cultuada na Espanha e Brasil, tendo o surgimento do culto no ano de 1656, na Espanha.


E o município de Belém do São Francisco estará em grandiosa festa nos dias 28/11 a 08/12/2017 em louvor a Padroeira Nossa Senhora do Patrocínio.

Resultado de imagem para FESTA DE NOSSA SENHORA DO PATROCINIO DE BELEM DO SAO FRANCISCO

Resultado de imagem para FESTA DE NOSSA SENHORA DO PATROCINIO DE BELEM DO SAO FRANCISCO

Dia 28 Quinta-feira, será abertura das novenas as 18:30h. A concentração será na igreja Nossa Senhora do Patrocínio. Em seguida, procissão ate a igreja Menino Deus, onde será oficialmente hasteada a bandeira no pátio da igreja.

As 19:30h celebração eucarística presidida pelo Padre Gerson Bastos.
Noiteiros: Comunidade São João Batista do Ibó.


Lembrando que as camisas da festa já estão a vendas na secretaria da paróquia ao lado da igreja Menino Deus.


No dia 08/12/2017, haverá um super FESTIVAL DE PRÊMIOS em beneficio da Paróquia de Nossa Senhora do Patrocínio.

Com a seguinte premiação:
1° PREMIO-  01 SANDUICHEIRA
2° PREMIO-  01 MICRO ONDAS
3° PREMIO-  01 CAFETEIRA
4° PREMIO-  02 SALÁRIOS MÍNIMOS $$

Preço da cartela 10,00.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA FESTA DE NOSSA SENHORA DO PATROCÍNIO:






Todos os dias após as novenas haverá a tradicional Quermesse com vendas de comidas típicas, bebidas e som ao vivo.

Imagem relacionada


Imagem relacionada



quinta-feira, novembro 16, 2017

ATENÇÃO CHORROCHÓ, NÃO PERCAM ESSA OPORTUNIDADE?

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

No dia 14 de dezembro, a Unidade Móvel de Atendimento da Defensoria Pública da Bahia chegará a Chorrochó e atenderá na Praça da Matriz, no centro, das 8 às 12h e das 13h30 às 16h.

É uma oportunidade para que você, morador, possa receber orientação jurídica, resolver extrajudicialmente os mais diversos casos, como pensão alimentícia, regulamentação de visitas e guarda dos filhos, divórcio consensual e muito mais, e realizar exames de DNA gratuitamente para reconhecimento de paternidade (válidos para os filhos que ainda não têm nome do pai no registro).

Não perca esta chance! É a Defensoria Pública que vai até você!


Dia 15/12/2017 será na cidade de Macururé-BA.

Edilson Oliveira

VEM AI, 3º WORKSHOP DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DE BELÉM.


Vai acontecer no próximo dia 21/11/2017, terça feira, as 19h:00 no auditório da Empresa Casa&Cia.

O 3º Workshop para discutir questões econômicas do município ode Belém de São Francisco.

Uma ótima oportunidade para aqueles que tenham interesse de debater trocar ideias, dar sugestões, de assuntos relevantes ao desenvolvimento econômico de Belém.

Será colocado em pauta:
-Dinâmica motivacional sobre redes de cooperação.
-Conselho municipal consecutivo para o desenvolvimento econômico.
-Pré-projeto cultural: Memorial dos bonecos gigantes de Belem do São Francisco.

Palestrante: Maria Regina de Santana-SEBRAE, Petrolina-PE


BAHIA RURAL CONTEMPORÂNEO, SERÁ APRESENTADO NA VII FEBAFES



Apresentar ao público a diversidade cultural e o potencial produtivo dos Territórios de Identidade da Bahia. Com este objetivo acontece de 25 de novembro a 3 de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador, o Bahia Rural Contemporânea, maior evento de valorização da agricultura familiar, economia solidária, reforma agrária e povos e comunidades tradicionais, promovido pelo  Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

O evento, que acontecerá em paralelo a 30ª da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), traz a Feira Baiana da Agricultura Familiar, Economia Solidária e Reforma Agrária (VIII FEBAFES), onde o público encontrará uma vila típica do interior baiano e terá a oportunidade de conhecer a origem de cada produto, interagir com os agricultores que produzem, degustar e comprar as delícias como Azeite de Licuri, Iogurte de Umbu e de Licuri,  Morango in natura, Queijos e Doces de Leite de Cabra, Mel, Chocolates gourmets, Cafés finos, Licuri Caramelizado,  Barrinhas de Cereais com sabores exóticos, néctar de frutas, Licores, Cachaças e a Cerveja de Umbu. 

Este ano, o Bahia Rural Contemporânea contará com a Cozinha Show com renomados chefs de cozinha da Bahia, preparando pratos com produtos da agricultura familiar que serão comercializados na Praça Gastronômica, que terá ainda pratos típicos e diversificados, a exemplo dos Cortes Especiais de Cordeiro e Espetinho de Bode (Território Bacia do Jacuípe); Carne Defumada de Caprino (Sertão Produtivo); Ostra e Maniçoba (Recôncavo); Linguiça de Tilápia (Sertão do São Francisco); Peixe com Aipim (Costa do Descobrimento); Godó, prato à base de banana da terra (Chapa Diamantina).

Estrutura
Em uma área de 10.890 metros, serão 270 expositores e 1.500 produtos de cooperativas e associações de todo o estado. Os visitantes encontrarão também a beleza e variedade do artesanato produzido por Quilombolas, Indígenas e outros artesãos baianos, em peças de Sisal, Capim Dourado, Piaçava, Bananeira, Palha de Buriti e Licuri. A estimativa de negócios gerados durante a feira passa de R$5 milhões, somado aos que serão consolidados posteriormente. 

O evento conta ainda com programação cultural, uma Feira Tecnológica, com a amostra de um conjunto de tecnologias voltadas para produção, agroindústria, comercialização, pesquisa e inovação e se constitui ainda como um importante espaço de formação e capacitação dos participantes, por meio de cursos, palestras, oficinas, seminários e simpósios. 

O Bahia Rural Contemporânea conta com o apoio das secretarias estaduais  da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri), Comunicação Social (Secom), Cultura (Secult), Meio Ambiente (Sema), Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Turismo (Setur), Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Políticas para as Mulheres (SPM).

A força da Agricultura Familiar baiana

A Bahia é o estado que possui o maior número de famílias vivendo da agropecuária, atividade responsável pela produção de 77% dos alimentos que chegam a mesa dos baianos.  De acordo com o Censo Agropecuário (IBGE, 2006), o estado concentra a maior população rural do Brasil, com 3,9 milhões de habitantes. Também reúne o maior número de estabelecimentos da agricultura familiar, com cerca de 700 mil propriedades.


A Agricultura Familiar responde por 44% de tudo que se produz na agropecuária do Estado, com o Valor Bruto da Produção (VBP) anual de R$ 3,74 bilhões. A Agricultura Familiar é destaque na produção de mandioca, feijão, mel, leite, pesca e aquicultura artesanal, fruticultura, oleaginosas e caprinovinocultura, entre outros produtos.

sábado, novembro 11, 2017

MORADORES BARRAM INICIO DE OBRA NO SERTÃO DA BAHIA,E PEDEM EXPLICAÇÃO.VEJA NO VÍDEO


Um grupo de moradores tenta impedir o início da obra da Serra do Tonan e Serra da Júlia, no município e zona rural de Macururé, na Bahia. Eles foram até o local do Poço Artesiano, local previsto para se dá início a construção de um projeto hídrico que visa levar água a várias comunidades do município e ao município vizinho de Chorrochó.

Os moradores fizeram uma espécie de cordão de isolamento, impedindo os trabalhos dos funcionários da empresa responsável pela execução da obra. “E agora? O que vai acontecer? Como resolver a situação? Alguém sabe?

     


VÍDEO:
                         


Fonte:Beira Rio Noticias

sexta-feira, novembro 10, 2017

MAIOR EXPORTADORA DE MANGA DO PAIS EM BELÉM DO SÃO FRANCISCO, REALIZA OBRA SOCIAL.

????????????????????????????????????

Escola Agrodan

O empresário e um dos sócios da empresa Agrodan (Agropecuária Dantas Roriz), Dr. Paulo Dantas, não esconde a alegria de está próximo da realização de um grande sonho. Inaugurar em plena caatinga do sertão pernambucano uma “Escola Modelo”, que a partir de 2018 vai preparar para os desafios do futuro 200 alunos filhos de famílias de agricultores das imediações da empresa, que fica na estrada vicinal, Km 28, entre a cidade de Belém do São Francisco e o distrito de Ibó, na área rural do município, margeando o Rio São Francisco.

Dr. Paulo conta que no inicio era apena um sonho, até que veio uma conversa com a dona Fátima proprietária de escola no Recife. A partir dessa conversa veio à busca de parceiros e nada, foi quando ele percebeu que o sonho era dele e que, portanto, cabia a ele a luta para torná-lo em realidade. “Não foi nada fácil, não está sendo nada fácil, o que me alegra é a certeza que daqui vai sair jovens preparados para os desafios do futuro”. O empresário Dr. Paulo Dantas, faz questão de dizer que ele não está construindo apenas uma Escola. Sim, um modelo de Escola onde os estudantes vão ter ensinos de qualidade.

????????????????????????????????????

????????????????????????????????????

Dr. Paulo explica que a manutenção da escola contará com participação de parceiros, também do poder publico que deverá dar sua contribuição. A Escola Professora, Olindina Roriz Dantas, funcionará no regime de tempo integral. Ainda de acordo com as informações do idealizador do projeto, Dr. Paulo Dantas, as crianças terão desde o ensino infantil ao fundamental, aulas de pelo menos uma língua estrangeira, que provavelmente será o inglês, ainda informática, meio ambiente e práticas esportivas. Paulo faz questão de dizer que a gestão da escola não vai receber nenhum tipo de influência política, assim fica assegurado à funcionalidade da escola independentemente de mudança no quadro político administrativo.

A Escola que já está quase pronta será inaugurada na próxima sexta-feira (10), aproveitando as festividades de comemoração dos 30 anos da Agrodan. Segundo o empresário Dr. Paulo Dantas, ao final da obra a Escola Modelo vai ficar pelo custo de 2.3 milhões de reais, o mesmo ainda ressalta que desse valor 60% saiu do seu próprio bolso. A Agrodan emprega atualmente 1.360 trabalhadores, a empresa é a maior exportadora de manga do Brasil para o mundo, seu principal mercado é o europeu. “Se o governo federal tivesse uma política de investimentos desburocratizada, hoje estaríamos empregando, produzindo e exportando o dobro. Queremos dar nossa contribuição para o País sair da crise, infelizmente a burocracia nos impede e ficamos a assistir milhares de sertanejos baterem em nossa porta todos os dias a procura de emprego”. Dr. Paulo Dantas, Agrodan.


Didi Galvão

quinta-feira, novembro 09, 2017

POSSÍVEL ALUNO, DIZ QUE PROFESSOR DEFENDE PT EM SALA DE AULA, E É AMEAÇADO.


O Professor doutor em educação da Univeridade do Estado da Bahia, Josemar Pinzoh, conforme este blog divulgou no domingo (05), recebeu ameaças e intimidações ideológicas através das redes sociais: “Bolsonaro vai acabar com sua raça, seu esquerdista de…”. “Tá proibido de falar de PT agora”. Essas foram algumas das ameaças sofridas pelo professor através de mensagens de texto. Josemar também divulgou áudio, enviados pelo aplicativo WathsApp.

Esta semana o professor voltou a usar a rede social e deu outros detalhes das ameaças. De acordo com Pinzoh, ele foi abordado por dois números: 87 8164 6555 e 71 9304 3860, ambos se dizendo serem "Bolsomito". 'Mandaram áudios e o último número me mandou textos ameaçadores, se dizendo ser um aluno meu que está cansado de me ver falar de PT em sala de aula. Quem já foi meu aluno sabe que, mesmo eu sendo filiado ao PT, tendo sido fundador ainda na década de 1980, tendo sido candidato a vice-prefeito de Curaçá no ano passado por esta sigla, eu nunca misturei isso na sala de aula".

Ainda de acordo com o professor: "Reagi e consegui printar a conversa e a foto de perfil do Zap do segundo número. Pesquisando no Facebook, esse número leva ao perfil de um cara chamado Del Reis. Publiquei no meu Face a foto de perfil do Zap e o print de parte da conversa. Essa postagem deu uma rápida repercussão e a tarde já estava com mais de 300 curtidas, quase 200 comentários e vários compartilhamentos e mensagens de apoio".

Pinzoh diz que "Por certo essas pessoas denunciaram minha postagem ao Facebook e fui desconectado e a postagem foi suspensa".  O professor revela que "muitos amigos estão passando pelo mesmo constrangimento".

"Em compensação, choveu novas publicações e mensagens, incluindo de advogados institucionais e colegas, propondo ações em minha defesa. Estamos investigando quem são esses trogloditas intimidadores e vamos chegar neles. Quanto a mim, estou bem e me sentindo muito mais acompanhado do que antes. Agradeço a tod@s pelo gesto de apoio e solidariedade. "Num mexe cum nóis qui nóis num anda só", finalizou Pinzoh.

Redação blog Foto: facebook/Blog Geraldo Jose

OBRAS SOBE SUSPEITA DE CORRUPÇÃO, SÃO PARADAS NA BAHIA.

obras
Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou ao Congresso Nacional a paralisação de 11 obras de infraestrutura, por conta de irregularidades graves encontradas em contratos firmados nesses empreendimentos. Ao todo, foram analisados projetos que somam R$ 26,2 bilhões. Segundo o tribunal, alterações sugeridas pelos técnicos da corte nessas obras já haviam reduzido os custos em R$ 3,52 bilhões.

Por lei, não cabe ao TCU determinar suspensões de obras, mas recomendá-las ao Congresso, que faz a avaliação final. Essas recomendações fazem parte do levantamento Fiscobrás 2017, que reuniu 94 auditorias feitas por auditores da corte de contas.

Na área de transportes, as obras são a adequação da travessia urbana em Juazeiro, na Bahia; obras na BR-040/RJ (subida da Serra de Petrópolis), no Rio; os corredores de ônibus da Radial Leste (trechos 1 e 2), em São Paulo; o BRT de Palmas, em Tocantins, e as obras da BR-235/BA (km 282,0 a km 357,4) na Bahia.

O tribunal pede ainda a paralisação de obras em trechos do Canal do Sertão de Alagoas; da construção da fábrica de Hemoderivados e Biotecnologia em Pernambuco; da construção da Vila Olímpica de Parnaíba (PI); da construção do centro de processamento final de imunobiológicos no Rio; e da usina nuclear de Angra III, também no Rio.

A corte analisa ainda propostas de recomendação de paralisação para três obras: canal adutor Vertente Litorânea (PB), ampliação de capacidade da BR-290 (RS) e construção do Rodoanel de São Paulo, no trecho norte.

No caso da construção da Refinaria Abreu e Lima, em Recife, o contrato de terraplenagem do projeto da Petrobrás foi alvo de retenção parcial de valores.

Falhas. Entre as 94 auditorias, a maioria das falhas (23) encontradas está atrelada a projetos inexistentes, deficientes ou desatualizados. O TCU encontrou ainda 19 casos de superfaturamento, 18 de descumprimento do cronograma físico-financeiro do objeto; e 15 com aditivos irregulares, injustificados ou não celebrados. Os outros 18 casos envolvem uma série de irregularidades na execução do contrato.

No Fiscobrás 2016, das 126 obras fiscalizadas, em 77 foram detectados indícios de irregularidades consideradas graves, o que equivale a 61% do total de objetos auditados. Na edição de 2017, das 94 ações de controle, foram 72 - o equivalente a 76% das auditorias realizadas.

O levantamento realizado pelo TCU será enviado à Comissão Mista do Orçamento, para definição dos aportes que serão incluídos na Lei de Diretrizes Orçamentárias do ano que vem. Em 2017, o tribunal analisou R$ 26,2 bilhões de uma dotação total de R$ 81,4 bilhões.

Do total analisado, 45% estão atrelados a projetos da área de transportes, seguidos por empreendimentos de energia, saneamento, educação e urbanismo, entre outros.

O Fiscobrás é feito anualmente pelo TCU. O relatório, que em 2007 chegou a registrar um pico de 77 obras com recomendação de paralisações, caiu para 4 obras nessa situação em 2014, mas voltou a subir de lá para cá, saltando para cinco obras em 2015 e dez obras em 2016.


Fonte:Estadão Foto de arquivo do Blog/Geraldo Jose

ELEITORES DE TRÊS CIDADES BAIANAS VÃO TER TÍTULOS CANCELADOS, UMA É DO SERTÃO DO ESTADO.

[Mais de 10 mil eleitores terão o título cancelado em três cidades baianas]

O tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE) informou que 10 mil eleitores das cidades de Coronel João Sá, Ubatã e Ibirapitanga não fizeram o cadastramento biométrico e por consequência terão os títulos cancelados.

Os moradores das três cidades baianas tiveram o prazo até o dia 31 de outubro. Entretanto, de acordo com o TRE, 10.199 eleitores não realizaram o procedimento, ou seja, 23,53%. O órgão tinha expectativa que 85% do total da população das três cidades tivesse feito o recadastramento.


Segundo o TRE, o título só é oficialmente cancelado após a análise do Ministério Público Eleitoral e retorno do processo à Corte do Tribunal.

Bocão News